10 maio, 2011Por Cris Tamer

Adorei a definição de uma amiga de Garance Doré, e também de seu marido, Scott Schuman, para as bainhas não feitas, quando somente as dobramos para dentro por falta de tempo, de costureira ou por preguiça mesmo: bainha francesa.

Nossa, faço tanto isso! Pelo menos algo em comum com as francesas rs!

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

2 Comentário:Bainha ‘francesa’

  1. Olá Betty’s girls!

    Sou muito francesa, nunca tenho tempo de levar as calças na costureira p/ arrumar e acabo saindo assim, quase todos os dias!

    Bjs