16 julho, 2013Por Betina Siegmann

Screen Shot 2013-07-15 at 11.40.38

Restaurantes:

- Olsen: fui e amei! Restaurante nórdico, super bacana – legal tanto para um brunch como para o jantar. Gente bonita, entradinhas ótimas (pratos nada demais) e um conjunto ótimo. End: Gorriti, 5870 – Palermo Hollywood

- La Cabrera: o “point” para comer carne em Palermo Soho. Curti pelo conjunto também – lugar, couvert, comida, etc… Não foi a melhor carne da minha vida (nem de longe), mas curti o programa… Ideal para almoçar! End: José Antonio Cabrera, 5099 – Palermo Viejo

- Osaka: restaurante “fusion” japa e peruano – é bem badalado e abriu recentemente em São Paulo; End: Soler, 5608 – Palermo (tem um no Puerto Madero)

- Bar 6: esse é das antigas e já fui mais de uma vez. Acho bom para um almoço despretensioso ou só para um pit stop para uma panqueca de dulce de leche e para dar um relax (fora de hora)

- La Salamandra: É um dulce de leche e Muzzarela Bar (vi essa dica no Buenos Aires para chicas) – ótima pedida para um sanduba, uma saladinha ou um café da manhã e sem duvida uma parada obrigatória para pedir uma “porción de dulce de leche” alucinante

- Cluny: esse é das antigas também e é ali no meio do fervo de Palermo Soho (El Salvador) – boa pedida para um almoço. Comida nada demais, couvert ótimo e conjunto bom!

- Mott: Mais uma opção no meio do fervo de Palermo Soho (El Salvador), também para um almocinho despretensioso!

- Outra boa pedida para uma comida “fora de hora” ou uma refeição rápida é o Mark’s – também no meio do fervo de Palermo Soho (El Salvador)

- Gran Bar Danzón: fui há muito tempo e amei. Do mesmo dono do Sucre – uma bar especializado em vinho que também é um restaurante.

- Sucre: um clássico de Buenos – toda brasileirada já foi lá menos uma vez! Nós também, não acho nada demais – mas é uma dica frequente. End: Sucre, 676

- Casa Cruz: fui há muito tempo e curtimos muito. Mas esse é um restaurante que já escutei de tudo e não voltei dessas ultimas duas vezes. End: Uriarte, 1658 – Palermo Viejo

- Cabaña Las Lilas: mais um clássico de Buenos – toda brasileirada já foi lá menos uma vez para comer carne! Nós também, não acho nada demais já que (pelo menos para os paulistas) é parecidérrimo com o Figueira Rubayat  – mas é uma dica frequente. End: Alicia Moreau de Justo, 516 – Puerto Madero

Passeios:

MALBA (imperdível para quem curte arte), Bosques de Palermo e Jardim Japonês, Palermo Soho

* Mais dicas: descobri um blog muito legal chamado “Buenos Aires para chicas” – dicas mil! Amei

* Mais dicas: descobri um blog muito legal chamado Inspirits, que dá dicas de onde beber e comer por lá

* Sempre confiro as dicas de restaurantes e bares no Guía Oleo – espécie de “Zagat” Portenho. É só acessar o site e procurar

20

10 setembro, 2012Por Sophia Alckmin

Quem me acompanha pelo instagram sabe que enquanto a Cris estava em Nova Iorque eu fui para Buenos Aires. Todo ano, há 3 anos, viajo neste feriado para lá para correr, no primeiro ano, só meu marido correu e ontem corri a minha segunda 1/2 maratona lá e quinta no total (mas isso é tema de um outro post). Com isso acabei acumulando algumas dicas da cidade, e como ainda tenho o privilégio de sempre viajar com mais um casal de amigos, o Rodrigo e a Ana, que são super antenados e adoram conhecer novos restaurantes lá vão as dicas:

- Sucre – Sucre, 676 / Argentino

- Casa Cruz – Uriarte, 1658 – Palermo Viejo / Argentino

- Piegari – Posadas, 1042 – La Recova / Italiano

- La Cabrera – José Antonio Cabrera, 5099 – Palermo Viejo / Argentino

- Caba̱a Las Lilas РAlicia Moreau de Justo, 516 РPuerto Madero / Carne

- Osaka – Soler, 5608 – Palermo / Asiático/Peruano

- Tô – Costa Rica, 6000 – Palermo / Japonês

- Tegui РCosta Rica, 5852 РPalermo / Contempor̢neo

- Olsen – Gorriti, 5870 – Palermo Hollywood / Nórdico

- Duhau (dentro do hotel Park Hyatt) – Alvear, 1661

E agora os que ainda não conhecíamos, o concierge do nosso hotel indicou e a amamos:

- Le Grill – Alicia Moreau de Justo, 876 – Puerto Madero / Argentino

- Leopoldo РCervi̱o, 3732 / Internacional

- Chila – Alicia Moreau de Justo, 1160 – Puerto Madero / Internacional

Quem quiser compartilhar mais dicas é só acrescentar aqui nos comentários!!!

Ao longo da semana, postarei mais dicas: hotel, passeios e programas com criançãs.

0

29 julho, 2011Por Betty Girls

 

A super baixa do dólar essa semana me despertou um certo saudosismo. É que estamos, literalmente, a dois passos do paraíso! Há pouco mais de dois anos estive em Buenos Aires pela primeira vez e me apaixonei pela cidade. Aquela atmosfera européia em plena América do Sul, o estilo cool das lojas, restaurantes e pessoas pelas ruas em Palermo, os excelentes restaurantes (que a Cris já listou aqui) a preços mais que atrativos – pelo menos para quem mora em São Paulo… Sem falar nas comprinhas (mais dica da Cris aqui) que podemos fazer sem tanto peso na consciência (bolso!!!).  Vontade de fazer as malas já e passar o final de semana por lá…

MALBA – Museu de Arte Latinoamericana

Dois lugares em que estive e pretendo voltar sempre foram o Malba – Museu de Arte Latino Americana de Buenos Aires, que tem um acervo incrível (entre as obras, o “Abaporu” da Tarsila do Amaral), além de exposições periódicas das mais interessantes – e a Fundación Proa, que me encantou e atraiu de cara pela arquitetura da fachada e trata-se de um centro de arte contemporânea, que conta com galeria de arte, auditório, livraria e um café super charmoso com área ao ar livre e uma vista linda!

A Fachada incrível da Fundação PROA

Livraria

O café

Fica a dica!

Fotos: Reprodução

Postado por: Michelle Mariotto

0

17 novembro, 2009Por Cris Tamer

florgigante

Eu adooooro visitar Buenos Aires. É perto, é linda, não é uma cidade cara e tem bastante coisa pra fazer. Neste último feriado voltei à cidade com dicas preciosas de alguns restaurantes que eu ainda não conhecia. O que mais gostei foi o Fervor (Posadas, 1519). O forte são os frutos do mar mas também tem carnes e empanadas saborosíssimas! Não por acaso, durante a permanência de Karl Lagerfeld na cidade para o shooting da última campanha da Chanel, ele foi ao restaurante 4 dias seguidos! Outros que adorei foram o Duhau, no Park Hyatt Hotel e o Uriarte (Calle Uriarte, 1572), misto de bar e restaurante com comidinhas mediterrâneas e dois fornos de barro de onde saem os pães quentíssimos! Adorei. Outro “da moda” é o Olsen (Gorriti, 5870), de comida escandinava (o que é que os escandinavos comem?). Não fui mas este parece mesmo ser o “in” do momento. O Casa Cruz (Uriarte, 1658)continua sendo o restaurante mais chique da cidade. Mas é chique sem afetação – boa comida, gente bonita e o lugar é mesmo lindo. Para um jantar francês contemporâneo, perfeito do início ai fim, sugiro o La Bourgogne no Hotel Alvear. O Sucre (Sucre, 676) continua cheio e badalado. Mas vale a pena (faça reserva!), pois a comida é deliciosa. Para almoçar, tenho várias opções: o Mott (El Salvador, 4685) no Palermo Soho é uma delícia! O Munich (Pres. Roberto M. Ortiz, 1871), na Recoleta, antigo e cheio de tradição, é maravilhoso para comer carnes e panquecas de maçã (ai, meu Deus…). A Cabaña Las Lilas (Av. Alicia Moreau de Justo, 516) em Puerto Madero também continua sendo um dos preferidos na cidade para carnes e assados. O Sottovoce (Av. Del Libertador, 1098) é um italiano delicioso; vale muito a pena se tiver tempo. Pode ser para almoçar ou jantar. Outros que gosto: Piegari (italiano, ), El Bistrot (no Hotel Faena), Francesca (para lanche rápido no Patio Bullrich ou nas Galerias Pacifico). Bom, talvez seja preciso ao menos 10 dias (ou algumas idas à cidade!) para conhecer todos…

0