Score
17 novembro, 2015Por Michelle Mariotto

Na moda e na beleza já foi super tendência. Na decoração não podia ser diferente, né?

Dip dye – em tradução livre, mergulho na tinta – é a técnica de pintar ou tingir apenas uma faixa, uma parte do todo. Como se mergulhasse mesmo parte da peça num tonel de tinta. Alguém aí se lembra da febre capilar ombré highlights?

Só que quando o assunto é decorativo, minha modesta opinião aponta para o surgimento de um novo clássico, porque hit já virou faz tempo.

Móveis produzidos com o uso dessa técnica conferem um quê de despojamento aos ambientes. E não se limita ao mobiliário, não. Cortinas, pufes e estofados tingidos dessa maneira também ficam o must!

Charme puro! Quer ver?

image001 image002 image003 image004 image005 image006 image007 image008 image009 image010 image011 image012 image013 image014 image015

O bacana é que para os mais habilidosos, rola fácil um DIY!

Fotos: Reprodução

Michelle Mariotto @michellemariotto

BlogMidá e Midáideia @blogmida

8

10 abril, 2012Por Betty Girls

Vou ter mesmo que dar meu braço a torcer!

Como já tinha contado nesse post aqui, nunca fui muito fã de peças feitas com caixas de feira.

Agora, além da ideia fofa anterior, encontrei duas montagens de estante que me deram vontade de ir à feira em busca de caixotinhos em bom estado como esses das fotos… Fotos copiadas de Facebooks alheios, gente!

Também dá pra fazer com engradados plásticos – de refri ou cerveja. Achei boas ideias para um escritório descolado, um atelier ou um cantinho improvisado. E já tive mil ideias inspiradas nessas fotos!

Fotos: Reprodução

Postado por: Michelle Mariotto 

0

22 novembro, 2011Por Betty Girls

Confesso que sempre que via uma sugestão para reciclagem/reaproveitamento de caixotes de feira – por mais criativa que fosse – ficava sempre com um pé atrás. Ou achava muito tupiniquim ou meio tosco ou sem graça ao extremo.

até que me deparei com a foto abaixo na semana passada…

… e achei a ideia realmente fofa!

Para uma sapateira mesmo, num lugar onde os convidados tenham que entrar descalços.

Para armazenar livros e objetos de decoração num escritório moderninho.

Para organizar brinquedos.

Como chapelaria para guardar as bolsas das convidadas num evento descolado…

Enfim, perceberam que eu fiquei procurando uma finalidade para reproduzir a ideia, não?

Pra quem curtiu o efeito e for tentar encarar o desafio, alguns detalhes que não podem passar despercebidos: a diferença no tamanho das caixas; a disposição desordenada sem alinhamento, priorizando o jogo de volumes e alternando uso vertical com horizontal; a variação de cores; e não pode faltar, de jeito nenhum, o caixotinho com rodízio sobre o piso! Fofo!

Eu ainda ousaria brincar com alternância de cores entre interior e exterior das caixas num color block bem vivo e alegre… Pink e turquesa, roxo e laranja, verde e vermelho, que tal?

Material necessário: caixotes de feira em bom estado e bem limpinhos, lixas, tinta spray, quatro parafusos com buchas para a fixação na parede em cada caixa, quatro rodízios para cada caixotinho de piso e muuuuita criatividade!!!

Só não vale querer colocar peso demais, porque a base não agüenta!

Quem encara?

Foto: Reprodução

Postado por: Michelle Mariotto

0

21 junho, 2011Por Betty Girls

O post de hoje é uma cortesia da Sophia. Semana passada ela me mandou essa foto:

E é lógico que eu tinha que dividir com vocês! A proposta é incrível, linda, super personalizável e pode virar um DIY sem segredos…

Sabem como?

Lápis de cor!!!

As bases são caixas de acrílico – que podem virar a composição de cores e formas que a gente bem entender! Dá até para variar de acordo com o humor do dia, como aqueles anéis que mudavam de cor, lembram? …rsrsrs…

Não é legal?

Fotos: Reprodução

Postado por: Michelle Mariotto

0