26 junho, 2012Por Cris Tamer

Pelo visto, aqui, elegância vem de berço…

0

22 setembro, 2010Por Cris Tamer

SAPE significa ‘Société des Ambianceurs et Personnes Élégantes’, algo como ‘sociedade dos animadores e pessoas elegantes’ e os Sapeurs, seus membros. A sociedade é composta por homens, não importando a classe social (alguns são beeeeem pobres), que se vêem como artistas e são conhecidos por sua elegância, apelidos e até mesmo gestuais típicos. Tudo teve início em Congo Brazzaville (assim chamado para se distinguir de seu vizinho, a República Democrática do Congo), Africa, nas décadas de 20 e 30. Os congoleses endinheirados passavam temporadas em Paris e de lá traziam novidades de estilo e de moda para quem ficava. Eles pregam a paz e o bem vestir, e usam o lema “Let’s drop the weapons, let us work and dress elegantly” (“Deixemos as armas, vamos trabalhar e nos vestir elegantemente”), tem seus próprios códigos de honra, conduta profissional e noções rígidas de moralidade.

O cantor Papa Wemba, "rei" dos sapeurs, e seu casaco de pele Cavalli (sim, é tudo grifado e bem caro)

Todos usam ternos caros...

...que os mais velhos demoram anos para juntar o dinheiro suficiente

Abotoaduras, suspensórios ou cintos, sapatos... tudo é milimetricamente pensado

Dândis modernos

Alguns tem jornada dupla de trabalho para bancarem seus luxos

E os que não podem ou tem condições mendigam, pegam emprestado ou alugam de quem tem.

Tem até literatura (e documentário) a respeito

Coincidência ou não, sape em francês significa ‘vestir-se com elegância e estilo.

Fotos: Reprodução/Google Imagens

0