4 junho, 2012Por Cris Tamer

não gosto do conceito de coffee-table book – livros feitos para “enfeitar”. Aqui em casa eu tenho livros espalhados pela casa inteira, pois tenho o hábito de reler alguns e rever outros sempre que possível ou necessário. Mas este conceito originou uma série de livros especiais – em forma e conteúdo – e como ainda devo estar com o espírito “Dinheiro não é problema” de um de meus últimos posts, escolhi alguns que gostaria de ter.

- Shigeru Ban Complete Works – por apenas U$ 1.800, eu poderia ter uma das 2000 cópias numeradas e assinadas deste arquiteto pelo qual sou assumidamente entusiasta. Ele vem envolto em uma caixa de madeira entalhada a mão, inspirada no teto do novo Centro Pompidou-Metz, deste genial criador.

- Africa, de Leni Riefenstal – poder ter uma das 4500 cópias deste livro – numerada e assinada  por esta fotógrafa fantástica sobre um tema que me é particularmente caro, me daria muito prazer, apesar do ligeiro rombo no orçamento – U$ 4.500.

-Aproveitando, escolheria outro fotógrafo pelo qual sou apaixonado – Peter Beard , cuja série de fotos sobre a África também me emociona. Esta série especial vem com um apoio de madeira especialmente desenhado para ela, e custa…U$ 7.000

-Linda McCartney: Life in Photographs – com fotos de Linda e Annie Leibovitz, 268 páginas contendo uma seleção de imagens escolhida em colaboração de Paul McCartney. Uma declaração de amor a uma pessoa e a um período fértil , cuja edição especial sai por U$ 3.000

-Dennis Hopper – fotos deste genial ator enfocando um período em transformação, os anos de 1961 a 1967. E eu tenho este livro, ganhei de um casal querido – que me conhece bem, pelo visto. Por isso não falo o preço deste, não seria elegante…

-Tadao Ando – Outro arquiteto pelo qual sou apaixonado, esta edição vem numa caixa de carvalho desenhada pelo próprio, e cada cópia desta tiragem traz um desenho feito e assinado por Mr.Ando. Preço? U$ 3.000

 

-The Beatles – apenas 1764 cópias deste livro, contando e mostrando a história de uma das maiores bandas do mundo. U$ 700

-Daria para a Cris e para a Sophia uma cópia (cada uma com uma capa diferente) deste livro – Pucci, Vintage Art Edition, uma edição limitada e com quatro desenhos originais de Emilio Pucci em cada volume desta versão envolta em uma caixa de acrílico. U$ 1.800

-E por ultimo, um dos livros mais caros da história – por U$ 18.000, o livro/objeto/móvel de Helmut Newton, imenso, e que mostra a capacidade deste fotógrafo em ser inovador, criativo, surpreendente e incomensuravelmente chic – qualidades realçadas pelo tamanho das páginas, pois o livro é  grande mesmo – em todos os sentidos.

Boa leitura!

Postado por: Wair de Paula – www.cronicasgulosas.blogspot.com

0

9 abril, 2012Por Sophia Alckmin

não sei se vocês todos estão familiarizados com o Instagram mas como está na capa da revista Veja desta semana, acho que a partir de agora todo mundo vai conhecer. é a minha rede social favorita, para ser mais exata, meu novo vício, quem me segue sabe que entro o tempo todo (ao contrário do twitter e do facebook, que ando bem relapsa).

O Instagram é um aplicativo inicialmente feito para Iphones (agora já está disponível para sistema Android também) para compartilharmos fotos. No próprio aplicativo encontramos uma série de filtros para darmos efeitos diversos nas nossas fotos. Mas como uma coisa leva a outra, a diversão é procurar mais e mais aplicativos para brincarmos com as fotos.

Os meus favoritos são:

- Camera+

- Pic Frame

- Reflection

- Photo Frame

- Pixlromatic

- Pic Collage

- We cam

- Hipstamatic

- Labelbox

obs:. a @remaaz é a minha consultora nos aplicativos, ela que me indicou vários desses!!!

Quem conhecer e quiser compartilhar com a gente outros aplicativos bacanas escreve aqui nos comentários!!!

O meu insta é @sophiaalckmin e o da Cris é @cristamer. Segue a gente lá também!!!  

1

21 fevereiro, 2012Por Sophia Alckmin

Quem nos acompanha aqui no Bettys já deve ter percebido que gosto muito de fotografia! No final do ano passado fiz um curso de Fotografia Básico que adorei. Sei que ainda tenho muito o que aprender mas pelo menos não tiro mais fotos no automático, aprendi noções de diafragma, ISO, velocidade, fotometria… Recomendo para todo mundo, mesmo que a pessoa não queira se aprofundar muito, porque faz toda a diferença!

O curso que fiz foi com o fotógrafo Nelson Paim. Ele é ótimo, além de profissional, muito paciente! As turmas são compostas de 12 pessoas, então ele consegue dar atenção a todos. As aulas são teóricas (mas podem confiar porque funciona). O curso durou 2 meses (1 vez por semana por 2 horas cada vez) e na última aula tivemos uma aula prática que durou o dia todo no Jardim Botânico de são Paulo, que eu nem ao menos conhecia (aí outro passeio que vale a pena!).

Fotos do passeio, eu terei foto com o celular da foto na máquina e mandei para o Instagram.

Como na época que fiz o curso comentei no twitter e várias pessoas se interessaram lá vão os contatos:

http://www.nelsonpaimphotos.com/

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.827, sblj 32

(11) 8201-5830

E por falar em foto… alguns dias antes de embarcar para Londres ganhei da Le Postiche uma bolsa para carregar a máquina fotográfica desenvolvida em parceira com a blogueira Carla Lemos (Modices), que entende do assunto (e o marido então, nem se fala! é o Vitor, um super fotógrafo de street style. Ele inclusive, tem feito nossas fotos por aqui). Quem tem máquina grande mas ao mesmo tempo delicada sabe muito bem o quanto este tipo de bolsa é importante!

Para finalizar, uso 2 máquinas fotográficas:

- Canon Rebel T2i (já existe a T3i), é a minha favorita

- Canon S100 (pequena para levar na bolsa)

E para quem quiser uma máquina intermediária, na minha opinião, a Canon G12 é a melhor. é considerada a melhor câmera compacta do mercado.

Eu indico a Canon porque me acostumei com ela, mas a Nikon é tão boa quanto.

 

0

8 dezembro, 2010Por Cris Tamer

Quem gosta de fotografia e leva o hobby (muito!) a sério, sabe que Leica é A câmera. Além de ser objeto de desejo para fotógrafos profissionais ou não, colecionadores do mundo inteiro buscam avidamente os modelos mais antigos, pagando verdadeiras fortunas para ter em mãos mais um exemplar e suas poderosas lentes. Há dois dias, por exemplo, em um leilão em Viena um comprador arrematou pela bagatela de 402 mil euros uma máquina de 1958! Uau!

O Brasil terá sua primeira loja Leica inaugurada nesta quinta-feira, no Shopping Cidade Jardim, e Kiki, amiga querida e uma das sócias da loja no país, nos convida a conhecer em primeira mão o espaço inteiramente dedicado à marca.

0