10 julho, 2012Por Cris Tamer

Eu consigo me virar com o cabelo e maquiagem praticamente em qualquer ocasião, mas existe algo que ‘apanho’ de 10 a zero, literalmente: não consigo fazer minhas próprias unhas. Aliás, até consigo, mas depois de uma hora e meia de cutículas machucadas, esmalte borrado apesar de todo o esforço para alcançar, no fim, um resultado apenas sofrível. você é igual a mim?

Então seus problemas acabaram! rs! E não é solução ‘tabajara’ (bom, é um pouco, sim, admito!): Salon Effects, da Sally Hansen.

Tem em várias cores e “estampas” (not for me…)

Encontrei na farmácia (infelizmente só nas americanas…) e resolvi testar. E não é que o resultado foi melhor do que eu esperava? são adesivos de esmalte (cada caixa vem com 16) de tamanhos e larguras diferentes. é importante que você adesive o que mais se adapta ao formato de sua unha para que o resultado fique mais natural.

Minhas dicas para dar certo: (1) Afaste bastante a cutícula antes de começar. (2) Depois que você ‘grudá-lo’ na unha, pressione-o firmemente com um dedo de modo a “esticá-lo” e deixa-lo bem liso, sem imperfeições. (3) Faça o mesmo com as laterais, para que não ‘levante’ nenhum cantinho! E por último, (4) passe a lixa sobre o excedente do adesivo de cima para baixo da unha, e não de lado.

Eu achei muito fácil e não tive nenhuma dificuldade, mas no Instagram teve gente que reclamou e disse que tinha achado, sim, difícil…

O “durante”: preste bastante atenção nas instruções que acompanham o produto! Eu escolhi essa cor vermelha, linda!

O resultado:

Tchã-rã! Dá para o gasto, viu?

Pós: é fácil, rápido e o resultado super ok. E dura bastante, viu? Na caixinha diz 10 dias; há 5 estou com o meu e parece que acabei de fazê-las. E não tem que esperar secar! Oba!

Contras: não espere uma manicure impecável! Às vezes “falta” esmalte para um dos lados, mas como eu disse, o resultado é para ser ok, correto. Uma amiga me disse que é difícil tirá-lo depois (sai com acetona). Depois conto como foi.

Veredicto: Aprovo e usaria de novo! Quebrou “um galhão”!

0